Puppets all over Porto // Há marionetas em todo Porto

ventriloquists-convention-vie
The Ventriloquists Convention

The idea of writing about the art of puppets in Porto came along with the 25th International Puppets’ Festival of Porto (FIMP) that took place between the 13th and the 23th of October, in several theaters of the city. Unfortunately I did not get to see everything I was planning to, due to my hard and busy EVS life. But the one that I saw, The Ventriloquists Convention, by Gisele Vienne, a very surprising, psychological, a bit crazy and icy play, convinced me once and for all that puppets are not only for children. This festival also reminded me of Samantha, the co-founder of the puppet shows’ association Historioscopio, who belongs to FAJDP’s associations’ hub, Ninho das Associações.

I had decided that puppets in Porto would be one of our next posts but I still needed some materials.I visited the Museu de Marionetas do Porto, the museum of one of the biggest puppet company in Porto, the Teatro de Marionetas do Porto, where I could ask some questions to Shirley Resende, one of its members. Two weeks ago I also went to a puppet encounter, called “Marionetas Vadias”, where I met Filipa Mesquita, one of the initiators of this project, but also a puppet artist, scenarist, producer and researcher who created the company Teatro e Marionetas de Mandrágora (Espinho) in 2002. Finally, a few days ago I had another conversation with Samantha Jesus of Historioscopio, in order to know more about their performances, projects and views about puppets.

A ideia de escrever sobre a arte das marionetas no Porto surgiu com o 25º Festival Internacional de Marionetas do Porto (FIMP), que aconteceu entre os dias 13 e o 23 de outubro. Infelizmente, não consegui ir a todos os espetáculos que queria, por causa da nossa vida muito ocupada de voluntárias SVE. Mas aquele que eu vi, “A convenção dos ventríloquos”, um espetáculo surpreendente, engraçado e um pouco louco, convenceu- me que as marionetas não são só para as crianças. Este festival lembrou-me da Samantha, uma rapariga que eu encontrei em Junho que criou o Historioscopio, uma Associação do Porto que faz espetáculos de marionetas e que pertence ao “Ninho das Associações” da FAJDP.

Decidi que as marionetas do Porto seriam um dos nossos próximos artigos, mas ainda precisava de alguns conhecimentos e encontros. Deste modo, visitei o Museu de Marionetas do Porto, que pertence a uma companhia importante, o Teatro de Marionetas do Porto. Ali pude fazer perguntas à Shirley Resende, um membro da companhia. Também fui a um encontro de marionetas, chamado “Marionetas Vadias”, há duas semanas onde conheci a Filipa Mesquita, uma das organizadoras, mas também uma marionetista, cenógrafa, produtora e investigadora, que criou a companhia Teatro e Marionetas de Mandrágora em 2002. E, por fim, conversei outra vez com a Samantha Jesus, a fundadora do Historioscopio.

About 3 puppet projects in Porto 

Sobre 3 projetos de marionetas no Porto

Teatro de Marionetas do Porto

joao-paulo-seara-cardoso

The Teatro de Marionetas do Porto was founded in 1988 by João Paulo Seara Cardoso, who had studied puppetry in France and had been trained by António Dias, the last representant of the generation of popular puppeteers, who would travel throughout all Portugal performing Dom Roberto traditional shows.

O Teatro de Marionetas do Porto foi criado em 1988, por João Paulo Seara Cardoso, que estudou a arte das marionetas em França – e foi aprendiz de António Dias, o último representante dos fantocheiros populares portugueses.

As several other European countries, Portugal has its own traditional puppet shows. This form of popular art originally comes from the Italian Commedia dell’ Arte and its “polichinelo”, born in the 16th century. It was introduced in Portugal during the 17th century and was called “Teatro Dom Roberto”. Unlike in France or Italy, the “robertos” don’t have a determined physical type.

Como em vários outros países europeus, Portugal tem as suas próprias tradições de marionetas. Esta forma de arte popular vem do início da italiana Comedia dell’Arte e o seu “Polichinelo”, no século XVI. Foi introduzido em Portugal durante o século XVII e com o nome de “Teatro Dom Roberto”. Os “robertos” não têm um tipo físico determinado, como em França e Itália.

teatrodomroberto_1988-944x354
Puppets of Teatro Dom Roberto, by the company Teatro das Marionetas do Porto

At the beginning the Teatro de Marionetas do Porto pursued these portuguese traditions  and integrated the Dom Roberto characters. The company then quickly started to explore new things. Throughout the years, almost 30 now, the company has explored a tremendous variety of styles, regarding the theme of the play (popular tales, original creations, Shakespeare, Beckett etc), but especially regarding the artistic forms and languages, inventing new types of puppet manipulation, crossing puppetry with other arts, like dance, music, plastic arts or video, as you can see for instance in one of their original creations,  Cabaret Molotov (2006).

No início, o Teatro de Marionetas do Porto, continuou representar espetáculos com essas tradições portuguesas e integrou os personagens do Teatro Dom Roberto. Mas rapidamente, a companhia começou explorar novas formas de expressão artística com formas vivas. Ao longo dos anos, quase 30, a companhia experimentou uma grande variedade de estilos, nos temas e autores escolhidos (contos populares, Shakespeare, Beckett, criações originais etc), mas, sobretudo nas formas e línguas artísticas utilizadas, com a criação de novas formas de manipulação e com a integração da musica, da dança, das artes plásticas, como, por exemplo, no “Cabaret Molotov” (2006).

This impressive diversity is directly linked to the personnality of  João Paulo Seara Cardoso, who passed away in 2010. 

Esta diversidade impressionante está diretamente ligada à personalidade do João Paulo Seara Cardoso, que faleceu em 2010.

One of his main characteristics was that he always wanted us to be challenged, he always wanted to try new things. Even though we found a type of performance that worked very well, he still wanted to keep exploring, innovating. ” Shirley Resende

It’s hard to tell how the ideas came to us, we worked with the feeling. Most of time, João Paulo would come to us and say: hey let’s do this, or that, give me your ideas! He was amazing”. Shirley Resende

O João Paulo Seara Cardoso sempre estava à procura de um novo desafio, ele sempre queria experimentar novas coisas. Mesmo quando encontrámos um tipo de espetáculo que funcionou muito bem, decidiu fazer uma coisa completamente diferente depois.” Shirley Resende.

 “Para criar uma nova produção, funcionamos com a vontade, o instinto. Geralmente o João Paulo vinha e dizia: hey vamos fazer isso, deem-me as vossas ideias! E é louco, mas sempre funcionou- ele era espetacular!” Shirley Resende

Since 2010, Isabel Barros is the new artistic director. She aims at pursuing his work and realized his dream: creating a museum dedicated to puppetry in Porto, the Museu de Marionetas do Porto which opened its doors in 2013, in the city center. 

Desde 2010, Isabel Barros é a diretora artística da companhia. Em 2013, realizou o grande sonho do João Paulo Seara Cardoso: abrir o Museu das Marionetas do Porto no centro da cidade.

João Paulo, after a few years, started to dream of a museum. I consider it to be his big dream, by the beauty of sharing and the possibility of making his lifework part of the city in such a special way.Isabel Barros

“O sonho aparece mais tarde, com toda a matéria criada, o João Paulo ao fim de alguns anos começou a sonhar com um Museu. Considero esse o grande sonho, pela beleza da partilha e pela possibilidade de inscrever a sua obra de uma forma tão especial na Cidade. ” Isabel Barros

The focus of the museum is to present João Paulo Seara Cardoso’s work: his realizations, through displays of puppets and pictures of different plays, but also his working process, what is behind the performance: the construction process, the different types of manipulation etc. It aims at being, as his inspiror was, always evolving and interacting with others: visitors can try to manipulate a few puppets themselves. 

O foco do museu é a apresentação da obra do João Paulo Seara Cardoso, através a exposição de marionetas e fotografias de vários dos seus espetáculos, mas também do seu processo de trabalho: as maneiras de construir as marionetas, os diferentes tipos de manipulação etc. O objetivo é ser como foi o seu inspirador, sempre evoluindo, aberto aos outros e em movimento. Assim, por exemplo, os visitantes podem experimentar a manipulação de algumas marionetas.

Their next show, Nunca, is an original creation, imagining the life os one of Peter Pan and Wendy’s son. It will be performed from the 19th of November until the 11th of December, in the Teatro de Belomonte, the company’s historical theater. More info

A próxima peça da companhia chama-se “Nunca”, é uma criação original, que imagina a vida de um filho do Peter Pan e de Wendy. Será representado entre os dias  19 de novembro até 11 de dezembro, no Teatro de Belomonte, o teatro histórico da companhia. Mais info

Historioscopio

Historioscopio is an association which creates and performs puppet shows, created in 2013. Samantha Jesus, who has a bachelor in Theater and Scenography, is in charge of the artistic direction, she is mainly involved in the conceptual and material preparation of the shows (scenography, construction of puppets etc). One member is specialized in the musical part, and the 5 other permanent members are focused on the interpretation. The main target of  their shows are children, and they mostly perform in schools. As Samantha Jesus explained to me, the company’s priority when preparing a new production is to tell a story, inspired by a traditional tale or literature, thus transmitting a taste for culture and the arts to children. As they wrote in their website: “Stories have a fundamental role in social emotional and cognitive developement“. In line with this will of teaching, they often organize a puppet construction workshop with the kids after the performance.

Historioscopio é uma associação que cria e representa espetáculos com marionetas desde 2013. Samantha Jesus, a fundadora, é a diretora artística da associação. Ela é a principal responsável pela construção material dos espetáculos. Há uma rapariga que é especializada na música e os 5 outros concentram-se no trabalho de interpretação. O público alvo do Historioscopio são as crianças e os seus espetáculos são principalmente realizados em escolas. Samantha explicou-me que o principal objetivo da companhia é contar uma historia e transmitir o gosto pela literatura e a cultura aos jovens. No seu site a associação explica: “as histórias têm um papel fundamental no desenvolvimento social, emocional e cognitivo.”. De acordo com essa vontade de ensinar, frequentemente organizam workshops de construção de marionetas a seguir ao espetáculo com as crianças.

Puppets allow us to tell a story in a very visual way, that’s what I love about them. And they’re almost like us but not really, they have strange and funny voices.” Samantha Jesus

As marionetas permitem-nos contar uma história de uma forma muito visual, é por isso que eu adoro-as. Elas são quase como nós, mas não são reais, têm vozes estranhas e engraçadas”. Samantha Jesus

The Story of the Snail, their 5th and latest play, was conceived in partnership with the Center of Environmental Education, a body of the City Hall and thus aims at raising awareness about biodiversity and environmental issues among a young audience. It will be performed on the 3d of December in Gondomar. More info

“A História do Caracol”, o mais recente espetáculo do Historioscopio, foi preparado em parceira com o Centro da Educação Ambiental, que pertence à Câmara Municipal e tem como objetivo sensibilizar as crianças acerca da biodiversidade e do ambiente. Será apresentado ao  público no dia 3 de dezembro em Gondomar. Mais info

historiscopio-1

histori-a

Marionetas Vadias

marionetas-vadias“Marionetas Vadias” (hoboes puppets) is a name of a recent interesting initiative aiming at reinforcing the links between “professionals, amateurs and curious of the world of puppets of Porto“, as it’s explained in its presentation document. The idea of its initiators, Sandra Neves and Ricardo Alves of the Companhia Palmilha Dentada, is to organize a kind of jam puppet session every first Tuesday of the month in a different place, like Res-da-Rua, café Tulipe etc. Everyone can display a little sketch with its puppets, or experiment with others’ puppets “in a space without commitment, through delicacy and uncommited will“. 

I went to the November session and met a group of 3 young friends who performed a puppet show for the very first time: they had built the 3 little pigs with toilet paper rolls and clearly had fun taking high-pitched voices. In a very different style, a girl delivered a mute and very poetic performance showing us the awakening of her puppet. She then proposed to the audience to try the puppet with her.

“Marionetas Vadias” é o nome de uma iniciativa recente e muito interessante que tem como objetivo reforçar as ligações “entre profissionais, amadores e curiosos do mundo das marionetas do Porto”. A ideia dos seus fundadores, Sandra Neves e o Ricardo Alves da Companhia Palmilha Dentada, é organizar um encontro informal a cada primeira terça de cada mês, num lugar diferente, como a Res-da-Rua, por exemplo. Até hoje, quatro encontros foram organizados.  Cada um pode experimentar jogar com marionetas, “num espaço sem compromisso, pela delicadeza, pela vontade descomprometida”.

Eu fui ao encontro de novembro e vi um grupo de 3 amigos que realizou pela primeira vez  na vida deles uma pequena cena: os 3 pequenos porcos, feitos com rolos de papel higiénico. Num estilo diferente, uma rapariga realizou uma cena muda e poética, mostrando o despertador da sua marioneta. Ao fim da cena, ela propôs ao publico experimentar a sua marioneta com ela.

marionetas-vadias-1

Thus, it is really a very open space where initiates and professionals can “talk about their new discoveries and difficulties”, as Samantha  told me, and non-initiates can discover the universe of puppetry in a cozy environment.You can check their FB page to know about the next encounters. 

É realmente um espaço muito aberto, onde os profissionais podem “falar sobre as suas descobertas ou dificuldades”, como a Samantha disse-me, mas também onde todos podem descobrir o mundo das marionetas num ambiente confortável. Podem segui-los no Facebook para saber quando será o próximo encontro!

Puppets in Porto: a fragile but increasing scene

As Marionetas no Porto: uma cena frágil, mas crescente.

In comparison to other countries, puppetry in Portugal lack some support to develop itself: there is no specific school or formation dedicated to it, and financial resources are, in general, limited. Filipa Mesquita also underlines the fact that the Portuguese society has only been freed recently and is under a lot of social pressures that can limit the development of artistic expressions.  

However, recently several factors have contributed to the reinforcement of puppetry in Porto:

  • The number of puppet companies has increased. For severay years the Teatro de Marionetas do Porto was basically the only one, until the beginning of the 2000’s, where 4 companies that still exist today were created: Limite Zero, Teatro de Ferro, Palmilha Dentada and Teatro e Marionetas de Mandragora
  • The Museu de Marionetas do Porto. Even though it mainly aims at valorizing the works and history of the company and its founder, it contributes to Porto’s inhabitants and visitors’ awareness and knowledge about puppetry.

Em comparação com outros países europeus, à arte das marionetas em Portugal falta apoio para seu desenvolvimento: não há formações especializadas e os meios financeiros são, em geral, limitados. A Filipa Mesquita também sublinha que a sociedade portuguesa ainda é conservadora e permanece sobre várias pressões sociais, o que pode limitar o desenvolvimento das expressões artísticas.

Apesar das dificuldades, o mundo das marionetas do Porto tem aumentado nos últimos tempos:

  • O número de companhias de marionetas tem aumentado. O Teatro de Marionetas do Porto era basicamente o único até o inicio dos anos 2000, quando 4 companhias, que ainda existem, foram criadas: o Limite Zero, o Teatro de Ferro, a Palmilha Dentada e o Teatro e Marionetas de Mandrágora.
  • O Museu de Marionetas do Porto: mesmo que o seu objetivo principal seja valorizar o trabalho da companhia e do seu fundador, o museu contribui para a difusão de conhecimentos e do interesse acerca  das marionetas junto de habitantes e turistas.

Puppetry in Porto lost a lot with the death of João Paulo Seara Cardoso and of Isabel Alves Costa, director of the International Puppet Festival of Porto. I think that their successors are just starting now to have the opportunity to continue their work, with the enlargement of the International Festival, as well as with the Teatro das Marionetas do Porto’s dynamic and the creation of its museum in the city center.” F.M. 

A arte das marionetas perdeu muito com o desaparecimento de pessoas como o João Paulo Seara Cardoso diretor do Teatro das Marionetas do Porto e de Isabel Alves Costa a diretora do Festival internacional de Marionetas do Porto. Creio que só agora os seus percursores tiveram a oportunidade de lhe dar continuidade conforme era desejável quer seja pelo engrandecimento do Fim e o seu regresso ao teatro Rivoli quer seja pela dinâmica do teatro das Marionetas do Porto e da existência do seu Museu no centro da Cidade.” F.M.

Festivals are also an important part of the development of puppetry, besides the International Puppet Festival of Porto, there is the Encontro Internacional de Marionetas in Gondomar. 

Os festivais são também uma parte importante do desenvolvimento da arte das marionetas. Além do Festival Internacional de Marionetas do Porto, há o Encontro Internacional de Marionetas, em Gondomar.

The delicate art of puppet manipulation : making an object come to life

A arte delicada da manipulação de marionetas: dando vida a um objeto

The 3 artistic projects that I got to know working on this article are all very different, but the same thing stroke me when I met each of them: the passion for the puppet as a material object: the pleasure to manipulate it, the will to discover new ones. 

Estes 3 projetos artísticos que descobri para este artigo são muito diferentes, mas em cada encontro fiquei marcada pela paixão pelas marionetas como um objeto material: o prazer que acompanha a manipulação, a vontade de sempre descobrir mais.

 “Of course I love manipulating them, it is a toy; it is not a toy if you don’t play with it.”, S.J.

It’s organic, it has to be organic. We are part of the puppet, the puppet is part of us.” S.R. 

 “Claro, eu adoro manipulá-las, é um brinquedo; não é um brinquedo se tu não jogares com ele” S.J.

É orgânico. Fazemos parte da marioneta e a marioneta faz parte de nós” S.R.

Manipulation can be really hard, some of our puppets are heavy, some require extreme delicacy. You get some tendinites from it! A good puppeteer is the one who gives life to the puppet by manipulating it. Some have a gift.” S.R.

“I feel that puppetry is deeply linked to the manipulation of figures and objects. The puppet is not more than the form with which the actor is communicating with its public. It can be negative when there is a lack of technical control. Because there is no proper formation, some artists are interested but have difficulties with the techniques of manipulation and that can become a barrier” F.M.

A manipulação pode ser muito difícil, algumas marionetas são muito pesadas, com outras é necessária uma  grande delicadeza. Um marionetista bom é aquele que dá vida à marioneta pela manipulação. Alguns têm um talento inato para isso.” S.R.

“Sendo que a arte das marionetas está profundamente ligada à manipulação de figuras e objetos, a marioneta não é mais do que a forma como o artista de palco comunica com o seu público. Quanto a mim, a única situação muito negativa é a falta de domínio técnico por não existir formação de artistas interessados, mas com dificuldades em dominar técnicas de manipulação de marionetas o que torna uma barreira quase instransponivel.” F.M.


To learn more about puppetry in Porto and in general, you can visit Filipa Mesquita’s blog: http://marionetasdemandragora.blogspot.pt/. 

Today there is an emerging community, an art to discover in vast dimensions, there is also more interest, more research, more experimentation, and this is deeply positive.” F.M.

Para saber mais sobre a arte das marionetas, visitem o blogue da Filipa Mesquita : http://marionetasdemandragora.blogspot.pt/.

 “Hoje existe uma comunidade emergente, uma arte a descobrir em várias dimensões, existe acima de tudo mais interesse, mais pesquisa, mais experimentação, e esse acontecimento é algo de profundamente positivo”  F.M.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s